Miguel Barbosa – Baja Portalegre 500

 

Miguel Barbosa  regressa ao TT para nova experiência

Sete vezes campeão nacional auto de todo-o-terreno e nos últimos três anos a fazer uma aposta no Campeonato Nacional de Ralis aos comandos de um Skoda Fabia R5, Miguel Barbosa regressa agora pontualmente ao TT para disputar aquela que é a mais importante competição nacional da modalidade e uma das mais emblemáticas provas desta disciplina a nível europeu: a mítica Baja Portalegre 500.

Competindo desde 1999 na Baja Portalegre 500, esta participação de 2018 aos comandos de um Can-Am Maverick X3 será a estreia na disciplina de SSV em provas de todo-o-terreno.

“A Baja de Portalegre é a prova rainha do todo-o-terreno. É uma prova fantástica disputada em pistas com características muito variadas, mas sempre muito técnicas e que dão um enorme prazer de condução. Mas, acima de tudo, é uma corrida com uma envolvência humana muito especial, com milhares de espectadores ao longo de todo o percurso e são quase 500 quilómetros ao cronómetro. Mesmo sem estar a disputar qualquer campeonato é sempre com muita satisfação que venho participar nesta prova. Este ano proporcionou-se vir competir de SSV, uma disciplina extremamente competitiva e com máquinas que dão um enorme gozo a pilotar. Venho, todavia, sem quaisquer ambições desportivas, tentando, como sempre, fazer o meu melhor e desta vez com a companhia do meu amigo João Aragão Teixeira vamos seguramente disfrutar de uma maneira muito especial desta belíssima corrida”, salienta Miguel Barbosa.

A Baja Portalegre 500 arranca desportivamente na manhã de sexta-feira, com a realização do prólogo com 5km. Na parte da tarde disputa-se o segundo setor seletivo com cerca de 98 km cronometrados, que se inicia em Avis e termina como habitualmente no mesmo local do prólogo, em Portalegre. Já no sábado os participantes terão pela frente um único setor seletivo de 320 km.

 

Fonte:

A2 Comunicação (Pedro Barreiros)